sábado, 15 de dezembro de 2012

Cinco motivos para acreditar no Santos em 2013; e outros cinco para se preocupar

A temporada 2012 santista termina de forma irregular. Apesar de dois títulos (Campeonato Paulista e Recopa Sul-Americana), o grande objetivo do clube não foi alcançado: O tetra da Libertadores no ano do centenário. Para piorar, o time foi eliminado pelo rival Corinthians e não obteve vaga para a edição 2013 do torneio continental.

Com isso, o próximo ano começará para o Santos de maneira diferente. Fora da Libertadores, o clube santista será o único dentre os grandes paulistas fora do principal torneio continental. Será a grande chance de alcançar um feito histórico: ser o primeiro tetracampeão seguido do Campeonato Paulista. Pouco para o time que se vangloria de ter o melhor jogador do Brasil.

Confira a seguir cinco motivos para acreditar no Santos em 2013

Campeonato Paulista

Fora da Libertadores, jogadores e dirigentes já colocam o paulista como grande objetivo do primeiro semestre. Afinal, é a chance de pela primeira vez um clube conquistar o estadual em quatro anos consecutivos.

E a tarefa, a princípio, não será tão difícil. Seus principais adversário - Corinthians, Palmeiras e São Paulo, estarão concentrados na disputada da Libertadores. Para facilitar ainda mais, o Corinthians, devido o Mundial, retardará o retorno dos titulares e começará o ano com um time reserva. O São Paulo estará na pré-Libertadores e já em janeiro deve entrar em campo pelo torneio continental. E o Palmeiras, rebaixado para a série B do Brasileirão, deverá ter dificuldades para reforçar o elenco.

Campeonato Brasileiro

O mesmo pensamento do Campeonato Paulista, serve para o Brasileirão. Com times fortes concentrados na disputa do torneio continental (some aos paulistas Grêmio e o Flu), o Santos iniciará a disputa do campeonato nacional com certa 'vantagem'. Será a chance de 'acumular gordura' e sonhar com o primeiro título brasileiro da Era Neymar.

Neymar

Melhor jogador do Brasil, Neymar não deve sofrer assédio de clubes europeus nessa inter-temporada. E pela primeira vez, em dois anos participará, da pré-temporada do clube - em 2011 disputou o Sul-Americano sub-20 pelo Brasil e em 2012 teve retorno adiado devido o Mundial. A pesar suas convocações para a seleção brasileira, que em 2013 serão menos sentidas já que a o Brasileirão para durante a Copa das Confederações.

Meninos da Vila

Dentre os jogadores da safra pós-Neymar, Felipe Anderson foi o único que convenceu. Após a saída de Ganso, o jogador de 19 anos virou titular, atuou bem e terminou o ano marcando gols e distribuindo assistências. Em janeiro de 2013 talvez dispute o Sul-Americano sub-20 pelo Brasil (jogadores ainda serão cortados)

Já Victor Andrade, precocemente alçado ao time titular, fez partidas apenas medianas em 2012. Dentro de campo, marcou seu primeiro gol com a camisa do Santos com apenas 16 anos, superando Neymar. Fora dele, visitou o Barcelona e causou ira de Muricy pelo excesso de 'estrelismo'. Fica a expectativa para o comportamento da mais nova joia em 2013.

Volta de Edu Dracena

Parece pouco, mas para um time que está sofrendo para contratar, o retorno de jogadores experientes pode ser comemorado. Em 2013, o zagueiro/capitão volta ao time titular para dar início à sua quarta temporada ao lado do, agora selecionável, Durval. 

E cinco motivos para ficar preocupado...

1) Contratações difíceis - Após perder Ganso, a expectativa era que algum jogador de ponta iniciasse o próximo ano com a camisa do Santos. Robinho, Montillo, Diego Souza, Renato Augusto, Diego... Ao que parece, ninguém virá. Não há dinheiro
2) Contratações erradas - João Pedro, Gérson Magrão, Bill, David Braz, Patito... Em 2012, não foram poucas as contratações que deram errado.
3) Neymardependência - Auto-explicativo. Em 2012, atacante marcou mais gols do que todos os outros atacantes juntos
4) Sem pressão - Mesmo pequena, a Vila Belmiro não lota.
5) Com pressão - O trabalho de Muricy já começa a ser questionado. Um fracasso no Paulistão 'fácil' poderá ser o fim do técnico no Santos. Além disso, presidente e diretores já sofrem pressão dos torcedores.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Acredito que apesar do Neynar o Santos não terá um ano de ouro. Tem chance no paulista, mas tem um elenco muito abaixo da média.

    Acho que esse lance de seleção ainda atrapalha...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...