terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Cadê você Fernando Baiano?

Fala galera! Hoje o quadro "Cadê você?" foi caçar por onde anda o matador Fernando Baiano. Lembram dele?

Nascido em São Paulo 1979 com o nome de João Fernando Nelo, ficou mais conhecido pelo seu segundo nome e por uma alcunha que nada tem a ver com sua origem paulistana.

Fernando apareceu no final da década de 90 em um Corínthians que tinha Edilson, Marcelinho, Rincón, Vampeta e Dida. Campeão Brasileiro de 1999 e também do Paulistão, e tendo disputado o Mundial Sub-20 desse mesmo ano, o camisa 9 foi ganhando espaço no time até se tornar titular e artilheiro da Libertadores. No primeiro Mundial organizado pela Fifa, em 2000, competição que o Timão se sagrou campeão, foi importante para o Corínthians.

Ainda levaria mais um Paulistão pra casa em 2001 antes de se transferir para o Inter de Porto Alegre. Fechou sua trajetória do time paulista com 26 gols em 63 jogos, média de 0,41 por partida.

No sul já faturou o Gauchão de cara, em 2002, e fez 14 gols em 27 jogos, uma média superior a meio gol por jogo. Fez 3 gols nos jogos finais e virou ídolo da torcida. Pra coroar sua boa passagem por lá fez um gol e deu passe pra outro na vitória sobre o Papão, que livrou o Inter do rebaixamento no Brasileirão.

Aportou no Rio de Janeiro para se tornar um jogador importante da campanha ruim o Flamengo na temporada 2003. Ainda foi bem no Wolfsburg, da Alemanha, até 2004.

Veio a fase ruim, passagens rápidas e apagadas por São Caetano e Málaga, até que o Celta de Vigo o contratou para uma de suas melhores fases da carreira. 28 gols em 65 jogos e três títulos pro currículo entre 2005 e 2007. Outra passagem muito ruim pelo Múrcia e daí para o mundo árabe, justificando a tese de que "em terra de cego quem tem um olho é rei".
Fernando Baiano veste a camisa do Tigre
Foto: Amanda Perobelli

42 gols em 34 jogos nas passagens pelo Al-Jazira e Al-Wahda, um título da Copa do Golfo e outro da Liga dos Emirados Árabes, e na reta final desse ano resolveu voltar ao país para disputar o Paulistão 2013.

Chegou com banca de astro no São Bernardo, da cidade homônima, e como o cara responsável pela campanha do Tigre do ABC na Série A1 Paulista.

Jogadores como Fernando Baiano fazem falta em muitos times do Brasil, teria vaga em várias, mas as vezes desaparecem da mídia e caem no esquecimento dos clubes.

E essa é nossa tarefa, tentar resgatar alguns desses nomes.

Quem você quer descobrir o paradeiro? Deixe seu comentário aqui ou em nossa Fan Page no www.facebook.com/ResenhaEsportiva

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...