sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Time de que?

Fala galera! No último fim de semana coroamos o Fluminense como tetracampeão brasileiro de futebol, nomenclatura usada no popular, mas que no fundo representa 4 títulos consecutivos, o que não aconteceu. Assim também falamos do penta brasileiro, do hexa rubro-negro e são paulino, e por aí vai. É uma forma simples de contar os títulos, e apesar de não estar correta, concordo com o jeito que falamos.


O tal time de guerreiros virou alcunha eterna
Mas o que não concordo é com as alcunhas criadas para alguns times ultimamente. O Vasco virou o time da virada, por um ou outro jogo que aconteceu isso, mas não por ser realmente o time que vira mais jogos no futebol, até porque, virar um jogo não é sinal de grandeza, é sinal de que o time não começa bem uma partida, e o Vasco é grande, não precisa disso.

O Flu virou o time de guerreiros depois da arrancada que livrou o time do rebaixamento no Brasileirão 2009. Guerreiros porque começaram a comer grama depois que viram a vó pela greta, mas só conseguiram porque Cuca resolveu a parada pro Flu. Sem ele a situação era preta e os guerreiros eram chamados de medíocres e mercenários. Tudo mudou e dali pra frente só se ouve esse tal time de guerreiros. Guerreiro pra mim é aquele cara que tira leite de pedra, e o Flu não é assim também, pelo contrário, tem um excelente elenco, o melhor do país disparado, e não posso concordar que um time que ganha o Brasileirão com 3 rodadas de antecedência tenha que superar incertezas. Não! O time é bom mesmo! Nada de guerreiros!

Gosto mais quando falamos nomes que remetem à história do clube, ao bairro onde estão suas sedes, ou a algum título histórico. Gosto do Glorioso, do Soberano, da Nação, do Imortal Tricolor e por aí vai.

Acredito que essas alcunhas são criadas como uma forma de esconder a real identidade do time, e são espertamente aproveitadas pelos marketeiros de plantão para venderem a idéia aos torcedores e faturarem muito.

Ou algum vascaíno aí vai me falar que não comprou a idéia de que "o sentimento não pode parar"?

Ninguém mais lembra disso né?

Mas taí pra você comprar...

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Paulo,

    posso até estar enganado, mas o Vasco tem essa alcunha desde muito tempo, lá pelos anos 20 ou 30, coisa assim.... mas concordo com você, belo texto meu amigo.

    BLOG DO CLEBER SOARES
    clebersoares.blogspot.com

    SOMOS FLAMENGO
    somosflamengo33.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Acho que os clubes se aproveitam mais dessas nomeclaturas que a torcida e a mídia colocam para fazerem o seu marketing... Eu gosto e acho legal!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...