segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Simplesmente Vettel

Fala galera! Terminou ontem o que foi considerada a melhor temporada de Fórmula 1 dos últimos 20 anos pelo menos. E ao contrário do que se mostrava no início da temporada, tivemos mais um recorde quebrado por Sebastian Vettel, agora, o tricampeão do mundo mais jovem da história (apenas 25 anos). Mais do que isso, se tornou apenas o terceiro homem do planeta a vencer três temporadas seguidas de Fórmula 1, os outros foram Fangio e Schumacher. Que hall que ele entra hein?

Vettel entrou muito favorito para a corrida de Interlagos, com 13 pontos de vantagem sobre Alonso, um "simples" 4º lugar lhe daria o título, independente da posição do espanhol. Fácil para quem chegou entre os 4 em 13 das 19 corridas até então. Já Alonso precisava vencer e torcer para o alemão não ocupar esse posto.

Vettel vira ao contrário e ninguém o atinge,
sorte de campeão???

Tudo parecia tranquilo, o piloto da Red Bull largou em 4º enquanto que o espanhol largou em 7º. Mais que isso, Felipe Massa, o escudeiro de Alonso, largaria atrás de Vettel.


Mas não precisou nem completar a primeira volta para ver que ainda teríamos muita emoção até o fim da temporada... em uma manobra, que acredito ter sido errada por parte do bicampeão, seu carro se chocou com o de Bruno Senna e por muito pouco ele não saiu da corrida, consequentemente dando adeus ao mundial.

Mas Vettel é Vettel... é fenômeno... com o carro ao contrário teve que partir da última posição e em pouco menos de 5 voltas já brigava pelos pontos novamente... enquanto isso Alonso se mantinha na briga pelo pódio.

Mas a corrida ainda estava no início e veio a chuva... junto à ela várias paradas nos boxes, menos para Button e Hulkenberg, que se mantiveram na pista e passaram a dominar a prova com folga. Situação que ajudaria ainda mais Vettel, já que o máximo que Alonso poderia fazer era um terceiro lugar, e consequentemente mais 15 pontos, bastaria a Vettel um 8º lugar para assegurar seu tricampeonato.

Só que o GP Brasil vive de drama em decisões de campeonato, e a chuva, juntamente com Hulkenberg, ajudariam mais ainda nessa história... Vettel entra nos boxes, coloca pneu liso, duas voltas depois retorna e volta com pneus de chuva, tudo parecia uma loucura, a Red Bull não se preparou para o retorno, o alemão perdeu muito tempo nos boxes, e o título novamente parecia ir para o ralo... mas com chuva e pista molhada a Force Índia de Nico não se segurou e tirou Hamilton da pista, menos um na briga, mais uma posição ganha para Alonso, mas também para Vettel...

Não dá pra deixar de falar no meio disso tudo do passeio de Kimi Raikkonen pela pista antiga de Interlagos e seu comantário após o "mico": “No lugar onde saí, era possível voltar à pista pelos boxes da corrida de apoio [Porsche Cup], mas era preciso passar por um portão. Eu sei disso porque fiz o mesmo em 2001 – naquele ano, o portão estava aberto. Mas alguém fechou este portão desta vez. Para o ano que vem, tentarei ter a certeza de que ele estará aberto.”


A corrida ficou morna, Alonso era o segundo, Vettel já era o sexto, até que Paul di Resta bateu quando restavam apenas 1 volta e meia, e com isso o alemão já podia comemorar seu terceiro título, o mais saboroso, e mais um recorde quebrado...

Vettel é fenômeno, tem tudo para entrar na galeria dos maiores da história, se é que já não entrou... é um cara que parece ser humilde, não aparece em manchetes negativas, não é de fazer muita festa, é "na dele"... e por isso ele é simplesmente Sebastian Vettel, o mais jovem tricampeão mundial de Fórmula 1!

Fui!

Já curtiu nossa Fan Page? Quando alcançarmos 200 curtidas iremos bolar alguma promoção pra galera do Facebook, então curte lá!!! Só clicar nesse parágrafo que já vai abrir!!!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 comentários:

  1. Título merecido e que corrida fantástica. Eu percebi que você usou no seu texto muito a palavra "ajuda", na minha opinião Alonso teve nessa corrida muito mais ajuda que Vettel, já o alemão só teve a vida facilitada pelo seu compatriota Schumacher ....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade quando eu falo em ajuda, não é por parte dos pilotos, é por parte do destino mesmo. Alonso foi muito ajudado por Massa em várias ocasiões da corrida, Vettel realmente só teve a vida facilitada por Schumacher.

      Mas tudo parece que consipirou a favor de quem mereceu, e nesse caso, foi Vettel

      Excluir
  2. Essa corrida, como de costume em Interlagos, foi sensacional.
    Acompanhei, da primeira à última volta, com toda empolgação.
    Estava torcendo pro forasteiro Alonso, mas o título ficou em boas mãos, Vettel pilota muito! :P

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...