sábado, 15 de setembro de 2012

Menos um degrau



Fala galera! Nesse mês tivemos a coroação de Andy Murray como campeão do US Open, o último Grand Slam do ano, disputado em Nova Iorque, Estados Unidos, em quadra de cimento, como o Osmar disse ontem aqui no Resenha Esportiva.

Com a desistência de Nadal por motivo de lesão e a queda de Federer nas quartas contra Berdych, só restaram dois tenistas de nível mais elevado na competição: Djokovic e o próprio Murray.

O escocês sempre bateu na trave em torneios de grande porte e tudo começou a mudar com a conquista do ouro olímpico em Londres há cerca de dois meses, em uma final de certa maneira até fácil contra Federer, na quadra central de Wimbledon.

Murray beija o troféu no US OPEN
Foto: Agência EFE
Murray por muito tempo vem sendo considerado o 4º melhor jogador do mundo, e não passava disso, não tinha potencial para bater os três melhores do circuito, e também era bom o suficiente para derrotar os que ocupavam do 5º em diante.

É como se o ranking da ATP fosse uma escada, com Federer, Nadal e Djokovic no topo dela, Murray no segundo degrau, alguns bons tenistas como Del Potro, Ferrer, Tsonga, Berdych e Tpsarevic no terceiro, outros tenistas de nível médio como Isner, Nishikori, Simon, Wawrinka e mais alguns que ficam sempre entre o 10 e 30 do ranking ocupariam o próximo degrau, e daí pra baixo teriam várias divisões incalculáveis.

Com o título conquistado em quadras americanas Murray eliminou de vez um degrau dessa escada. Além de assumir o 3º posto da ATP ele também acabou de vez com a diferença que existia entre ele e os outros três.

Agora Andy entrará como um dos favoritos em qualquer grande evento do calendário e pelo desempenho no segundo semestre do ano tudo leva a crer que poderá subir mais nesse ranking no início do ano que vem.

O lance agora é esperar pra ver quantos tenistas nossa escada suporta, pois Del Potro parece retomar os bons momentos que o levou ao título do mesmo US Open.

Será que ele reativa o segundo degrau? Será que ele pula direto pro primeiro? Será que Nadal permanece entre os tops?

A Masters Cup não nos mostrará isso... então é melhor aguardar e torcer por cenas da próxima temporada. Enquanto isso você pode curtir nossa Fan Page no Facebook, é só clicar aqui!!!

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Na minha opinião ele já estava entre os quatro melhores da atualidade, só faltava vencer o Grand Slam. Mas não vejo ele no nível dos outros três, assim como acho que ainda falta um pouco para o Djokovic alcançar o Nadal e Federer .... portanto são os quatro maiores, mas Nadal e Federer estão acima com o Djokovic correndo atrás deles e o Murray chegando agora para aos poucos buscar seu espaço no meio dos gigantes ....

    ResponderExcluir
  2. Ele subiu um degrau no seu jogo , isto sem dúvida. Eu tinha duvidas se ele ia conseguir conquistar um Grand Slam, depois de algumas derrotas em finais.
    Agora é ver se ele terá motivação suficiente para alcançar voos maiores ou ficará no nível de alguns que conquistaram somente 1 grande titulo e sumiram.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...