quarta-feira, 18 de julho de 2012

Pelé Eterno


Depois de umas férias forçadas, volto a escrever no Resenha Esportiva, o que me dá muito prazer em participar. Escrevo hoje para falar do cara que para mim é o maior jogador de futebol de todos os tempos.

Quando penso em futebol globalizado igual temos hoje, um nome único para o esporte, como jogador e depois como embaixador do futebol pelo mundo só posso pensar em um cara: Pelé. Um jogador único, que considero um revolucionário para o seu tempo, pelo seu porte físico, sua rapidez e habilidade ao mesmo tempo. Ele, a meu ver foi responsável da transição do futebol amador, lento, mais pensado, para o futebol mais rápido, mais envolvente que temos hoje.

Pelé era um jogador completo. Chutava com a duas pernas, forte e colocado, cabeceava bem, tinha grande velocidade, era um excelente driblador, marcava demais o zagueiro adversário, se lesionava raramente e teve números expressivos na carreira.

Não sei quantas vezes artilheiro do Paulista, multi-campeão pelo Santos e Seleção Brasileira. Fora os 1300 e tantos gols. Quem duvida do que estou falando, só ver o vídeo Pelé Eterno.
Para mim o futebol se confunde com Pelé. Quantas pessoas têm apelido de Pelé em homenagem a ele?  Quem tem os números que ele conseguiu? Maradona (drogado), Zidane, Cruyff,  Platini, Messi, Romário  foram  gênios, mas Pelé foi além.

Como disse Armando Nogueira: "Se Pelé não fosse jogador, ele seria a bola”.

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...