sexta-feira, 20 de julho de 2012

Globo e Olimpíadas: a gente não vê por aqui!

Todos os amantes do esporte - seja ele qual for - sabem muito bem que daqui pouco mais de uma semana, no dia 27 de Julho, acompanharemos o início do maior evento esportivo do mundo, os Jogos Olímpicos, sediados este ano em Londres. Mas o ponto deste post não é falar dos Jogos Olímpicos (ainda), e sim falar do já conhecido autoristarismo das Organizações Globo. Como já se sabe, a única TV aberta que transmitirá as Olimpíadas será a Rede Record, uma vez que a Rede Globo não cobriu a oferta pelos direitos de transmissão.

Todos sabemos que a Globo possui a maioria absoluta da audiência da TV Brasileira. O canal tem grande poder de formação opinião, seja ela esportiva, política, comportamental, cultural. É bem comum que famílias brasileiras façam sua rotina baseada na programação global. Mas ao mesmo tempo que a Globo é a maior rede de comunicação do país, as Olimpíadas são um evento único e especial, é quando todos nós temos a oportunidade de acompanhar o esporte que gostamos, de vibrar com esportes que não conhecemos ou não estamos acostumados a acompanhar, comemorar com as quebras de recordes, conhecer os atletas - nacionais e internacionais, ver as cerimônias dos pódios, etc.

O incrível nessa história toda é como a Globo está fazendo de tudo para “esconder” as Olimpíadas de todos. 
É o famoso “faz de boba pra viver”. Pela primeira vez em décadas a emissora está de fora da transmissão e, por isso, faz questão de nem mencionar a proximidade do evento. Se fosse em tempos passados, o Brasil inteiro já estaria sabendo que os Jogos Olímpicos começariam em poucos dias. Em todo intervalo da Globo teria uma chamada pra algum evento, o Jornal Nacional já estaria fazendo contagem regressiva, Globo Esporte e Esporte Espetacular idem. Mas não. A Globo simplesmente decidiu internamente que não fará o mínimo esforço para informar aos brasileiros o que está acontecendo, quem são as promessas brasileiras e, durante as Olimpíadas, quais promessas virarão realidade e triunfarão com medalhas, representando a “pátria amada”.

Querem exemplo? Não há uma notícia das Olímpiadas em nenhum programa esportivo da emissora. Quando algum atleta olímpico faz parte de algum quadro esportivo, a informação da proximidade do evento sempre é omitida. A própria transmissão da série de amistosos da seleção brasileira de futebol foi divulgada pelo Galvão e imprensa especializada como formação da equipe que disputaria a Copa das Confederações de 2013 e Copa do Mundo de 2014. Mesmo com a seleção praticamente 100% olímpica em campo, em momento algum eles mencionaram o evento. É muita cara de pau! Tudo isso por audiência, tudo isso por dinheiro. É o capitalismo “atrapalhando” a divulgação do esporte. Pode Arnaldo? Pra Globo pode, claro.

É a primeira vez que nem metade do Brasil sabe que as Olímpiadas estão chegando! Sim, esse valor foi um chute, claro, mas acredito que seja algo próximo disso. A Globo, infelizmente, continua sendo quase unanimidade entre as TVs abertas na casa da família brasileira e o autoritarismo e a alienação gerada pela emissora, infelizmente, não tem fim!

Um salve à Record e à TV fechada. Um tapa na cara da Globo.
Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...