sexta-feira, 6 de julho de 2012

Fla-Flus históricos - Parte 2

Fala galera! Quem curtiu as duas histórias de ontem clica na Fan Page do Resenha Esportiva e curte!!!

Hoje tem mais dois pra galera! Um foi escrito pelo Gleydson, tricolor, professor de Educação Física que inclusive já escreveu várias colunas sobre saúde e bem estar em nosso blog. O outro é o flamenguista e que por causa de uma expulsão do Welinton nunca mais escreveu no Resenha Esportiva, sim... to falando do Léo, um dos nosso primeiros blogueiros... já fica o convite para que os dois voltem o mais rápido possível ao Resenha!

Sem mais ladainha, hoje vamos inverter as bolas e começar pela história tricolor! Manda ver aí Gleydson!!!


"FLA x FLU. Como escolher um para eternizar? Quase impossível!

São 100 anos de história, de vitórias e derrotas, de goleadas, de sofrimentos e alegrias.

Como eterno torcedor apaixonado pelo FLU, não posso deixar de citar os jogos de 1983, 1995, 2003, 2005... Bom, ficaria aqui citando muitos outros, com vitórias do FLU, é claro! Mas resolvi falar de um FLA x FLU que terminou em 0 x 0 (e que não valia nada). O que tinha este jogo de especial? Por que falar de um jogo sem gols? As circunstâncias deste FLA x FLU, de 12/02/95, deixaram marcas em minha memória.

Era a estreia de Romário pelo FLA, tinha acabado de ser eleito melhor jogador do mundo, tinha acabado de ganhar uma Copa para o Brasil, no auge de sua forma. Eu apenas tinha ido 2 vezes ao Maracanã: 2 FLA x FLUS, 2 vitórias do FLU.

Time do Flu de 95. No destaque Lima
Aquela magia tinha me enfeitiçado. Eu não poderia deixar de ir a este jogo. Implorei para meus pais, tios, primos para me levarem... tudo em vão.Mas sabia que 3 amigos flamenguistas iriam: Guilherme Manes, Juliano França e Anderson Cunha (Teton). Então, criei coragem e me juntei a eles.

Havia uma multidão ao redor do Maraca. Nunca tinha visto algo parecido, daí caiu minha ficha: eu era o único torcedor tricolor da turma e com apenas 16 anos de idade. Fiquei com medo de assistir ao jogo sozinho e me perder no meio daquela multidão, o que não era nada impossível, já que naquele dia haviam 110.000 torcedores pagantes. Então fui parar no meio da torcida do urubu (Raça Rubro-Negra).

Logo na entrada, Guilherme quase apanhou dos policiais, por ter invadido uma área restrita. Era um empurra-empurra danado! Passado o sufoco, começou o meu sofrimento.

Assim que chegamos na arquibancada, encontramos um amigo (Fabiano Filgueiras), que sabia da minha paixão pelo FLU. Ele começou a gritar apontando para mim: é tricolor, é tricolor, é tricolor! Cara louco! Fingi que não era comigo e continuei andando. O estádio estava completamente lotado. Era uma festa maravilhosa.

Quando o jogo iniciou, cruzei meus dedos e pedi proteção divina. Estava com medo das minhas reações.
Um jogo nervoso, tenso, com algumas chances de gols, um pedido de pênalti pela torcida do FLA não marcado, chutes perigosos do FLU, até, que aos 40 minutos, Lira bate uma falta, Adriano (goleiro do FLA) espalma e a bola bate na trave e sai. Gritei: Gol! Levantando os braços. No mesmo instante Juliano me dava um soco, seguido de uma pergunta: Quer morrer? Mas Deus ouviu minhas preces, pois nada aconteceu.
2º tempo teve início e mais adrenalina, chances para os dois lados. Final 0 x 0.

E aí este jogo entrou para a história como a partida em que o cangaceiro Lima parou o até então melhor do mundo Romário. O FLU ganhou força para o resto do campeonato, sagrando-se Campeão Carioca de 1995 em cima do FLA. (naquele joguinho que teve um gol de barriga, sabe?)

E então, fica aí a minha história.

Abraços e saudações tricolores!"

Gleydson Percegoni Thurler Mendonça


Fluminense 0 x 0 Flamengo
Local: Maracanã (Rio de Janeiro);
Data: 12/02/1995
Juiz: Jorge dos Santos Travassos;
Renda: R$ 1 096 03 5;
Público: 98 907;

Cartão amarelo: Ronald, Lima, Lira, Leonardo, Jorge Luís e Fábio Baiano

Fluminense: Wélerson, Ronald, Lima, Paulo Paiva (João Luís) e Lira; Márcio Costa, Djair, Aílton e Luís Antônio; Leonardo e Ézio (Edinho).
Técnico: Joel Santana

Flamengo: Adriano, Charles, Jorge Luís, Agnaldo e Fabinho; Branco, Marqui­nhos, Nélio (Mazinho) e Fábio Baiano (Hugo); Romário e Sávio.
Técnico: Wanderley Luxemburgo


Vejam detalhes do jogo:




"Salve salve mulambada e tricoletes!!!!! Já dizia o ditado lusitano, “quem é vivo..... não está morto”. E é por isso que cá estou eu de volta ao blog. Dessa vez para falar de um Fla x Flu inesquecível para mim. Por sinal, como tenho memória seletiva, só me recordo das vitórias. Até porque, na maioria das vezes, deu Mengão!!!

Antes da partidaça é preciso dizer que o clássico Fla x Flu é o mais charmoso, sem sombra de dúvidas!!  Até pela simbiose dos nomes (FLAFLU). Mas além disso, temos dois grandes personagens que dignificam o futebol carioca, os irmãos  Nelson Rodrigues e Mário Filho. O primeiro tricolor, grande personalidade e um artista das palavras!! O segundo, Mário Filho, flamenguista e grande idealizador do Maracanã, que leva seu nome. 

Roger marca para o Mengão em 2004
Mas vamos ao jogo inesquecível. Fla 4 x 3 Flu, de 2004, pelo carioca de 2004. Por sinal, por muitos consideram o melhor Fla x Flu da década!

O Flamengo começa na frente com gol de Jean em passe do maestro Felipe (nessa época ele beijava o manto e humilhava os rivais!), aos 41 do primeiro tempo. Para meu deleite. Mas para meu emputecimento, logo em seguida Ramon rola pra Romário, que limpa a defesa com uma bela jogada e empata aos 43. E o Flor vira, também com Romário após pênalti em cima do Léo Moura, no inicio do segundo tempo. E amplia com o zagueiro Rodolfo (ainda um jogador promissor!). Festa para a torcida arco íris no Maraca, que canta e grita olé sem parar. 

Mas Fla x Flu é assim né. Sempre um jogo inesperado. E eis que o time de maior torcida do mundo resolve jogar empurrado pela mulambada que não parava de apoiar nas arquibancadas (bons tempos!). Resultado, Felipe ensaca o seu. Logo em seguida, com o Flamengo dominando as ações, o time da Gávea empata o jogo, com o contestadíssimo polonês Roger, até então o único vaiado. E eis que no fim da partida, Roger, o guerreiro, faz mais um e fecha o caixão tricolor. Final Fla 4 x 3 Flu. Festa rubro negra nas arquibancadas e de Abel, então treinador do Mengão pica das galáxias!!! 

Me lembro como se fosse hoje de manhã! Era véspera de carnaval e a festa estava completa. Folia garantida e Fábio Manes com cara de poucos amigos!! 

É isso galera! Parabéns aos dois times pela belíssima história em confrontos!

Fuiiiiiiiiiii, mas volto!"

Léo Schettini


Flamengo 4 x 3 Fluminense

Data: 01/02/2004
Público: 58.865 pessoas
Estádio: Maracanã
Ábitro: Wagner Tardelli (FIFA-RJ)

Gols: Jean (41' 1ºT), Felipe (24' 2ºT) e Roger (26' 2ºT e 30' 2ºT); Romário (42' 1ºT e 7' 2ºT) e Rodolfo (19' 2ºT)

Cartões Amarelos: Júnior Baiano, Rafael, Júlio César e Flávio (Flamengo); Juca e Alan (Fluminense)

Cartões Vermelhos: Rodolfo (Fluminense)

Flamengo: Júlio César; Rafael, Júnior Baiano, Fabiano Eller e Roger; Da Silva (20`/2ºT - Jônatas), Ibson, Fábio Baiano e Felipe; Rafael Gaúcho (15`/2ºT - Flávio) e Jean (33`/2ºT - Igor). Técnico: Abel Braga
Fluminense: Kléber; Leonardo Moura, Antônio Carlos, Rodolfo e Júnior César (39`/2ºT - Alex); Marcão, Juca, Alan (42`/2ºT - Esquerdinha) e Ramon; Alessandro e Romário (24`/2ºT - Marcelo). Técnico: Valdyr Espinosa


Vejam detalhes do jogo:


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 comentários:

  1. Lendo e relendo as escalações a gente entende o misticismo deste clássico...porque os times, nos casos apresentados, eram de doer...rsrs

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é cara, e te falo mais... o time do Flu era muuuuito pior que o do Fla em 95 e muito melhor em 2004... isso prova que independente da escalação, não tem favorito nesse clássico

      Excluir
    2. Eu nem tinha prestado atençao nos times de 95 e 04, mas é a pura verdade. Isso já me deixa preocupado pra domingo, porque o Flu é um pouquinho melhor hoje (estou sendo humilde, rs) e parece que pode chuver, o que prejudica o futebol arte.

      huahuahuahuahauh

      Provocação a parte, ficou muito legal o espaço recordando os jogos do passado. Chega até a passar filme.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...