sexta-feira, 15 de junho de 2012

O melhor início de temporada da história da F1!

Incrível! São 7 provas e 7 vencedores diferentes na temporada de 2012 da Fórmula 1. A última prova - o Grande Prêmio do Canadá (Montreal) - realizado no último final de semana (10/06), confirmou o inglês Lewis Hamilton no lugar mais alto do pódio e bateu o recorde que já havia sido batido no GP anterior, em Mônaco, quando o 6º vencedor diferente do ano triunfou no 6º GP de 2012. Incrível!

Acompanho a Fórmula 1 há bons anos e nunca tinha visto uma temporada começar tão emocionante como esta. Nos últimos anos o campeonato sempre foi decidido com antecedência e "perdeu a graça". Isso quando já não começou arrasador e já sabíamos quem seria o campeão, como foi o caso de Sebastian Vettel. Neste ano, além dos 7 vencedores, ainda contamos com a presença de jovens revelações, comendo pelas beiradas, como é o caso de Romain Grosjean, Sergio Pérez e Pastor Maldonado. Hoje, a diferença que separa o 1º do 7º colocado, por exemplo, é de 35 pontos. Considerando que o vencedor de cada GP fatura altos 25 pontos, percebemos nitidamente que essa diferença do 1º para o 7º pode ser tirada “tranquilamente” em duas corridas.

Os vencedores até agora são: Button (Austrália), Alonso (Malásia), Rosberg (China), Vettel (Bahrein), Maldonado (Espanha), Webber (Mônaco) e Hamilton (Canadá). É muita emoção e não estamos nem na metade da temporada. Na última corrida, por exemplo, vimos uma bela estratégia de boxes por parte da McLaren culminar na vitória do "inglês voador". Cada detalhe pode decidir, cada tipo de pneu pode interferir, cada parada pode ser fatal.
Na semana que vem (24/06), o 8º GP do ano vem aí, o Grande Prêmio da Europa, em Valência. Será que ainda tem espaço para termos o 8º vencedor diferente em 8 provas? Felipe Massa tem condições de ser o responsável por esse recorde? Particularmente, acho que não. Creio que o Massa está muito aquém dos outros competidores e deve deixar a Ferrari em breve. Temos Raikkonen como possibilidade de quebrar mais esse recorde, mas também acho pouco provável.

A tabela atualizada com os 10 primeiros colocados você já pode conferir aqui no blog, na coluna à esquerda.  E vocês, amigos e leitores do Resenha? Alguém colocaria a mão no fogo por algum dos pilotos? Num campeonato tão disputado e acirrado como o atual, já dá para apontar o competidor com mais chances, com mais probabilidade de ser campeão? Eu não sei quanto as casas de apostas estão pagando pra cada um deles, mas nesse momento, eu prefiro deixar o meu dinheiro bem guardado debaixo do colchão.

Quem viver, verá!

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Admiro demais sua paixão pelo esporte. Paradoxalmente, descobri que não curto F1. Na verdade, os brasileiros em sua maioria curtem um ídolo no esporte. O que não temos há tempos no automobilismo.

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
  2. Osmar,

    vou na mesma linha do Luiz do FuteBRONCA,

    descobri que na verdade eu não gosto de F1, gostava mesmo era das vitórias de Senna e Nelson P.,... os demais eu torcia mesmo era para voltar aqueles tempos, velhos tempos...

    BLOG DO CLEBER SOARES
    www.clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...