terça-feira, 8 de maio de 2012

Senna, 18 anos sem o ídolo

Não poderia passar direto no Resenha, que cobre todos os esportes, os 18 sem o nosso ídolo Ayrton Senna da Silva. Para mim, o maior ídolo brasileiro que conheci. Não vi Pelé jogar, mas vi Senna correr. Meu filho não terá este privilégio, infelizmente.

Comecei a gostar de F1 com uns 10 anos de idade, na mesma época que Senna começa na F1, em 1984. Cresci acompanhando todas as corridas, as de madrugada em Suzuka no Japão inclusive, a única na época na Ásia.
Eu fazia carrinhos de papel nos formatos dos carros de F1, e coloria com lápis de cor, idênticos aos bólidos. Fazia as pistas  traçando seu formato com barbante  e logo após os grandes prêmios na TV, fazia as minhas corridas particulares. E Senna ganhava a maioria.

De vez em quando deixava outros vencerem. Thierry Boutsen com a Benneton, Michele Alboreto com a Ferrari e até Riccardo Patrese com a Brabham já ganharam a bandeira quadriculada. Mas Senna sempre era o campeão ao final do ano.

Coisas de um menino de 10, 12 anos, que até hoje se lembra do GP Mônaco de 1984, onde Senna com sua limitadíssima Toleman deu um show de pilotagem. Só não venceu porque terminaram a corrida antes por causa da chuva. Feito igual a este só fui ver na F1 atual com Vettel vencendo em 2008 o GP de Monza  com uma Toro Rosso.
Senna não se tornou um ídolo brasileiro porque tem aquela historia de vida sofrida e pobre que saiu do nada para vencer na carreira. Alias, ele veio de família com boas condições. Afinal, ser piloto de carros de corrida, desde o kart exige bons investimentos.
Senna se tornou ídolo pelo seu carisma, sua simpatia e humildade. E o principal, ele sempre queria vencer, era um obstinado pela vitoria. E conseguiu seus objetivos, sem precisar ser mau caráter, sem precisar ser intolerante com a imprensa e nem com seus fãs.

Por isto 18 anos após sua morte, ele ainda é lembrado por quem viveu aquelas manhãs de domingo.
Valeu Ayrton!

Confiram um clipe em homenagem ao nosso grande Ayrton Senna que está disponível para quem quiser ver no Youtube:

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários:

  1. Carlos,

    Ainda que tenhamos falado muito sobre Senna ao longo desses anos em que partiu, sempre haverá muito a dizer.

    O cara era genial, e felizes aqueles que como nós puderam acompanhar sua trajetória.


    abs

    ResponderExcluir
  2. Senna, simplesmente o melhor! A música diz tudo! E o vídeo que você escolheu encaixou perfeitamente!

    Eu não publiquei nada em referência à ele porque ano passado já havia feito durante a comemoração dos 20 anos do tricampeonato.

    Mas é muito merecida qualquer homenagem!

    Que saudade...

    ResponderExcluir
  3. Realmenete!
    Profissional incontestável, campeão nato e punho muito forte!
    Será difícil o Brasil ter um ídolo como o Senna foi e é.
    Saudade dos tempos das bandeiradas e da vinheta de vitória.. tempo que não volta mais =\

    ResponderExcluir
  4. É, ele era ousado, isso fazia a diferença. Mas era meio estourado também, às vezes era impulsivo demais.

    Mas foi um grande atleta!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...