sexta-feira, 25 de maio de 2012

FIFA12: a competição do futebol cibernético

Terminou nesta quarta-feira, dia 23 de Maio, o campeonato mundial de FIFA 2012, o Fifa Interactive World Cup (FIWC). Esta edição, surpreendentemente, contou com mais de 1 milhão e 300 mil gamers nas eliminatórias, um recorde histórico. E, também pela primeira vez na história, houve transmissão ao vivo pelo Fifa.com dos três dias do evento - realizado em Dubai - desde a fase de grupos até à grande final. A importância dada à final foi tamanha que narradores e ex-jogadores do futebol real (como Christian Karembeu e Luca Toni) foram contratados para fazer a locução para todo o mundo. No Brasil, inclusive, houve a narração/comentários de brasileiros, já que o streaming foi feito em tempo real.

A final reuniu dois “famosos” jogadores de FIFA: o espanhol Alfonso Ramos e o francês Bruce Grannec. O espanhol Ramos se sobressaiu e levou a melhor. Além da bagatela de 20 mil dólares, ele também ganhou a chance de acompanhar de perto a premiação do Bola de Ouro da Fifa deste ano, a festa de gala realizada pela entidade máxima do futebol mundial, onde serão anunciados os melhores jogadores do ano.
 
A final do torneio foi emocionante e muito equilibrada. Com transmissão ao vivo (inclusive pela própria Globo.com), o jogo foi muito truncado, com poucas chances reais de gol e uma marcação praticamente implacável de ambos os lados. Como consequência, o duelo terminou com empate sem gols, tanto no tempo regulamentar quanto na prorrogação e foi para os pênaltis. Na disputa das penalidades rolou toda aquela famosa "macumba" de esconder a manete pro lado, colocá-la de baixo da camisa, e por aí vai. Para completar, a grande decisão só veio nas cobranças alternadas.
O que mais me chamou atenção em todo esse evento foi que os dois finalistas já foram campeões nas edições anteriores. O atual campeão Alfonso Ramos triunfou na edição de 2008 enquanto o francês Grannec levou a melhor na edição de 2009. Isso me levou a filosofar sobre o assunto: quais as chances de dois ex-campeões de FIFA chegarem novamente à final, em um torneio que começou com mais de 1 milhão de jogadores? O fator sorte deve ser praticamente nulo nesse tipo de torneio, com jogadores realmente bem treinados e preparados.

Se você, leitor do Resenha e jogador de FIFA, está triste porque perdeu a chance de estar em Dubai, a sua hora ainda pode estar por chegar: o FIFA13 já está chegando e, com ele, uma nova edição do torneio. Afinal de contas, os brasileiros não foram nada bem na edição desse ano, já que nenhum dos 3 que passaram pelas eliminatórias conseguiu avançar para o mata-mata (todos foram eliminados na fase de grupos).

Até pensei em levantar uma discussão sadia sobre PES x FIFA, mas creio que essa rivalidade renderia muito assunto, então é melhor deixar pra outra hora =P



Boa sexta e até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...