quinta-feira, 24 de maio de 2012

Agradecendo Papai Noel

Fala galera! Quem nos enviou esse texto foi o nosso leitor Paulo Victor Cordeiro. Frequentador assíduo do Resenha Esportiva ele nos mandou um e-mail pedindo para publicar a cartinha do torcedor tricolor ao Papai Noel. E como no Resenha quem manda é o leitor, aí vai!


"Papai Noel, sei que ainda é cedo para entrar em contato com o senhor, mas diferentemente do que faço no fim do ano, estou passando, não para pedir, mas para agradecer, pois o senhor já atendeu parte de meu pedido. Lembro de ter pedido para esse ano o Carioca e que jogadores da base fossem mais utilizados, como Fábio e Matheus Carvalho, pois senhor, além deles ainda me mandou o Wellington Nem, arrebentando, e a grata surpresa, Marcos Júnior, que tem tudo para ser um grande jogador.

Te confesso que, no início, achei que o senhor ia me deixar na mão, outra vez, porque ano passado foi complicado. Mas logo vi que estava enganado, pois após um início difícil, perdendo pontos para pequenos e sendo violentamente garfado contra o Vasco – segunda pior arbitragem que lembro de ter visto na minha vida, a primeira foi de um tal de Baldassi qualquer coisa, não me lembro o nome – o meu tricolor só foi se classificar para a segunda fase da Taça Guanabara, na última rodada, graças á uma vitória, justamente, do nosso rival Vasco da Gama.

Chegar á decisão também não foi algo fácil, visto que o Botafogo saiu na frente, com mais da metade do segundo tempo, mas o Fluzão empatou e levou para os penaltis. Pra que? Logo no início, 1ª ou 2ª batida perdemos a cobrança e o Botafogo passou á frente.

Pensei: me enganei e acho que esse time não vai engrenar. Estava enganado e fomos á final, de novo contra o 100% Vasco da Gama, mas áquela altura, já começava a perceber que o Fluminense jogava exatamente com uma precisão cirurgica os jogos que eram necessários vencer. E foi o que aconteceu no resto do campeonato. Vencemos á TG e não passamos de fase no segundo turno. Mas tudo bem, vieram as finais e o Fluminense não tomou conhecimento do Botafogo, atropelou na primeira partida e administrou o resultado na segunda. Moral da história, venceu o time que venceu quando precisou e relaxou quando podia.

Obrigado, bom velhinho, e quem sabe não nos falamos outra vez antes do fim do ano!"

Essa foi a carta de agradecimento do torcedor tricolor ao Papai Noel que vem trazendo muitos presentes nos últimos ao Fluminense.

E se você tem alguma coisa pra publicar no Resenha Esportiva faça igual ao Paulo Victor, mande um e-mail pra gente com seu texto, ele será publicado!

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 comentários:

  1. Ih rapaz! Hoje é dia do Paulo Victor mandar uma cara pro bom velhinho novamente, mas reclamando desta vez. Assim como eu, vascaíno, também deveria fazer =/

    Libertadores #fail

    ResponderExcluir
  2. Este tá pedindo pouco hein.. somente o carioca .. adeus Nense...

    ResponderExcluir
  3. Pedi pouco mas ganhei. Uns pedem muito e só chegam perto, e na maioria das vezes nem perto, hein!

    huahuahuahuahuah

    PS.: O texto foi produzido antes do jogo da volta contra o Boca!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...