quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Evolução olímpica

Conforme já anunciado aqui no Resenha, estão ocorrendo os Jogos Panamericanos na cidade de Guadalajara, no México. Essa é a edição de número XVI dos Jogos, que após a edição de 2007 prometem ser mais próximas da realidade olímpica, apesar de ainda ter alguns bons passos em direção a isso.

O Brasil sempre apareceu como uma 4ª ou 5ª força do continente, ficando atrás de EUA, Cuba (esses dois potências históricas), Canadá (força intermediária mundial) e esporadicamente Argentina. A partir do final dos anos 90 parece ter se consolidado como 4ª força.

Como não poderia ser diferente, as melhores participações da nossa delegação foram nas edições em que os Jogos foram disputados no Brasil, em 1963 (São Paulo) e 2007 (Rio de Janeiro), quando ficamos em 2º e 3º lugares, respectivamente. Esse ano parece que os frutos de 2007 começam a ser colhidos, já que ocupando atualmente o 2º lugar no quadro geral de medalhas, desbancando as forças históricas e os donos da casa, que têm vaga garantida em todas as modalidades.

Será que estamos evoluindo para nível mundial? Se sim, conseguimos atingir esse nível até 2016 ou esse será um fruto colhido como resultado de sediarmos os Jogos Olímpicos? Fica aí o tema para debate.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Cara, eu acho que essa questão de ser potencia olímpica é muito relativa. Temos um caso como o da Jamaica por exemplo em 2008. Ganhou 11 medalhas, todas em provas de velocidade no atletismo, dessas, 6 foram de ouro. O Brasil, com 15 medalhas, espalhadas por vários esportes, e com apenas 3 de ouro, ficou atrás no quadro geral.

    Acho que o desempenho do Brasil pode ser o melhor da história, pois temos muitos competidores entre os principais, mas acho que os resultados do Pan ainda estão muito aquém do que pode ser visto em Londres, mas muito mesmo!!!

    E sim, acho que estamos evoluíndo muito, e o Pan 2007 é um dos maiores responsáveis por isso, quando se fala em legado, o legado esportivo conta muito também, e óbvio que deixou um para nós.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...