segunda-feira, 11 de julho de 2011

Derrotas

Duas derrotas envolveram o esporte brasileiro nesse fim de semana. A desclassificação do futebol feminino nas quartas-de-final da Copa do Mundo e a derrota na final da Super Liga Masculina de Vôlei.

Dois resultados distintos que provocaram diferentes reações. A derrota da seleção de Bernardinho prova que o vôlei brasileiro pode sim perder uma final. Após tantos anos de conquistas a superioridade da Seleção já não causava tanta euforia. As conquistas se tornaram rotineiras e esperadas. Lembro que antigamente uma conquista da Liga Mundial era motivo de coletiva de imprensa e desfile no carro de bombeiros. Portanto, um hipotético decacampeonato não causaria tanto alvoroço na imprensa. Com a derrota as pessoas agora questionam a seleção, se perguntam se a renovação está no caminho certo. É lógico que está. Esses mesmos atletas que perderam para a Rússia foram campeões mundiais ano passado.

Acredito que para o vôlei (assim como para qualquer esporte) a rotina de conquistas é ruim. Portanto, para o Brasil, até foi "bom" perder. Para 2012 a Seleção entrará focada nas Olimpíadas usando a Liga como um grande preparativo.

Já a derrota da Seleção Feminina de Futebol causou a mesma reação das demais derrotas desse esporte. A cada insusesso, são levantadas inúmeros fatos como jogadoras que não tem clube para treinar, falta de competições nacionais, preparativo inadequado etc. E no final nada muda. A diferença é que agora o Brasil não chegou às finais. A antecipada desclassicação mostra que novos países estão investindo no esporte (Japão, França, Inglaterra) e que talvez o Brasil só se salve por haver uma jogadora muito acima da média. Não houvesse Marta talvez o futebol feminino seria semelhante ao handebol feminino. Absurdamente dominante no continente e mero coadjuvante no cenário mundial.

Sim, houve um avanço no futebol feminino nacional. Existem algumas competições e times investindo. Mas pouco para o "país do futebol". Por enquanto aceitemos o fato de que se não houve investimento até agora não será um título que o fará acontecer.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

6 comentários:

  1. Bruno,
    sobre o volei, nem sempre vamos ganhar tudo, mas a excelencia continua.
    Sobre o futebol feminino, é o seguinte, enquanto for tratado como esporte amador aqui no Brasil vai ser isso ai, a CBF gasta tanto dinheiro atoa por que não formar uma seleção permanente, já que uma liga forte aqui é difícil. Falta profissionalismo.

    BLOG DO CLEBER SOARES
    www.clebersoares.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não vi Marta e cia, mas no volei, posso acreditar que não perdemos... foram os russp que venceram. Não jogamos mal, da mesma forma que não podemos ganhar sempre.

    Saudações!!!

    ResponderExcluir
  3. Colocar a culpa na estrutura é sempre a saída encontrada pelos críticos na hora da derrota. Parece que fica no sangue do brasileiro não admitir a superioridade do adversário. Barrichello e Massa colocam a culpa na equipe, o futebol feminino na falta de campeonatos, entre outros..

    A falta de estrutura sempre foi o alvo preferido da imprensa carioca até 2009 e 2010, quando por dois anos seguidos um clube do estado se sagrou campeão.

    É bem certo que estrutura é importante sim, mas o discurso simplista de que a culpa toda se encontra aí não deve ser usada. A seleção feminina de futebol carece de talentos e joga em função da Marta, isso é fato. O time de volei, de fato não perdeu, foi a Rússia que ganhou, porque nós temos uma equipe de qualidade muito alta.

    ResponderExcluir
  4. Eu vi o jogo feminino e uma parte do masculino, confesso que o masculino eu nem torci tanto, quase nada na verdade, e nem fiquei puto de ter perdido. Mas o feminino doeu...

    E o que o Thiago falou ele tem toda a razão, o time brasileiro é fraco, é mais ou menos quando tem aquela peladinha de criança que tem um grandão no time, então a bola vai sempre pro grandão, no dia que ele joga mal acaba o time... e a Marta, pra falar a verdade, não jogou nada aquele dia... pior que isso, a outra válvula de escape que seria a Cristiane perdeu todas as bolas possíveis!!!

    ResponderExcluir
  5. ?Perdeu em duas falhas individuais: Da zagueira e da goleira. A seleção americana pouco incomodou. O Brasil com uma a mais aceitou a pressão e tomou o empate na prorrogação. Coisas do futebol.

    O volei continua no caminho certo. Mas realmente não merecia ganhar essa liga. Eu acompanhei diversos jogos e vi um time mto irregular.

    O Murilo, melhor do mundo no outro campeonato, esteve mto abaixo do q pode render. Sem contar outros jogadores, como Dante, Giba (em alguns momentos!), Marlon.

    E eu repito aqui. Falta um levantaador como o Ricardinho ainda...

    ResponderExcluir
  6. Foi um domingo negro para o esporte brasileiro. Espero que os proximos possam ser mais alegres.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...