quinta-feira, 30 de junho de 2011

Promedio

Fala galera! O título do post é a forma como os argentinos chamam a média aritimética que define os clubes rebaixados em seu campeonato nacional. Funciona da seguinte maneira:

A soma dos pontos dos clubes nos últimos 3 anos (6 campeonatos) é dividida pela quantidade de jogos disputados. Ou seja, um clube que jogou os últimos 6 torneios divide os pontos conquistados neles por 114.

Foto: Agência Reuters
Esse sistema foi criado visando evitar que clubes grandes caiam para a segunda divisão nacional, pois é raro acontecer de um clube de grande porte não ir bem por mais de 1 ano. E ainda tem um porém, a equipe que sobe tem que fazer um número muito grande de pontos (em torno de 48 pelo menos) para se livrar do rebaixamento. É um sistema muito criticado, mas que agora mostrou ser mais ineficiente ainda com a queda do River Plate.

Depois do jogo muitas coisas ficaram me cutucando a cabeça, muitas dúvidas, e vou expor por aqui.

1 - A pergunta mais simples de todas: é justo esse sistema?

2 - Como fica a carreira de um jogador que chegou ao River nessa temporada e foi rebaixado, mesmo terminando o torneio Apertura em 4º e o Clausura em 8º?

3 - Quando o River voltar (é óbvio que voltarão em breve) vai ter que montar um superesquadrão pra evitar outro rebaixamento repentino, já que existe esse problema para os recém-promovidos.

São vários pontos, e com certeza os leitores tem outros tantos pra jogar no ventilador.

Quero ver o que vocês tem a dizer.

Fui!

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários:

  1. Bom, regra é regra, né? Não vou dizer que é absurdo, mas no mínimo estranho. Sempre evitou que um dos grandes caísse, mas dessa vez não deu pros Millonarios.

    Não sei como é a organização da AFA, se tem viradas de mesa como aqui no Brasil já ocorreram. Espero que não seja o caso.

    ResponderExcluir
  2. Sem chance de virada de mesa!

    O pior não é isso, o pior é que quando o River subir novamente, e subirá em breve, ele vai ter que ser um dos melhores do torneio pra não cair novamente!

    ResponderExcluir
  3. Eu só não entendi como funciona a regra para os clubes que acabaram de subir, se eles não possuem média de 3 anos (acredito que não use a da Série B por terem tido ótimas campanhas pra subir..)

    ResponderExcluir
  4. Te explico. Os pontos são divididos pelo número de jogos, então no caso de uma subida da série B, seria o total de pontos dividido por 38 (19 do Apertura + 19 do Clausura) e aí que mora o problema.

    Na média história, um time pra não correr risco algum de cair novamente, precisaria ter uma média próxima de 1,30 (o River foi o primeiro da respescagem com 1,23). Pro time ter essa média ele precisa somar aproximadamente 50 pontos, o que seria terminar entre os 8 de cada um dos torneios, caso contrário, é tinta de novo...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...