quinta-feira, 3 de junho de 2010

Brasil, país do Beisebol

De maior vencedor a maior perdedor

1930 - com a briga entre paulistas e cariocas Brasil vai mal na Copa, perde dois jogos, e futebol sai enfraquecido. Enquanto isso tiro olímpico é mania nacional

1934 - desmotivado e ainda em crise Brasil faz apenas um jogo, é derrotado e volta para casa sem marcar gols. Enquanto isso Maria Lenk ganha 4 medalhas em 2 olimpíadas tornando-se heroína nacional.

1938 - apesar de contar com um único bom jogador, Leonidas da Silva, Brasil é novamente eliminado no primeiro jogo em jogo eletrizante contra a Polônia.

1950 - Brasil sedia sua primeira Copa do Mundo na esperança de vencer seu primeiro jogo em Copas. Mas mesmo assim vai mal e é até hoje a única seleção anfitriã que não se classificou para as finais. Enquanto isso Adhemar Ferreira da Silva é considerado o esportista da década com 3 ouros em 3 olímpiadas.

1954 - Brasil não consegue classificação para a Copa do Mundo.

1958 - Brasil aguarda com expectativa convocação para Mundial de Basquete em 59. Enquanto isso time de futebol novamente fica fora da Copa.

1962 - Brasil inteiro na expectativa do Bi campeonato mundial de Basquete. Éder Jofre conquista primeiro de 20 titulos mundiais no boxe. Enquanto isso Brasil novamente fora do Mundial.

1966 - Judô brasileiro consegue 5 medalhas nas olimpiadas de 64. Aida dos Santos consegue ouro no salto em altura. Enquanto isso seleção brasileira continua fora da Copa do Mundo.

1970 - Brasil é tetra campeao de basquete e consagra definitivamente Wlamir, Ubiratan, Amaury entre outros. Enquanto isso Pelé marca 3 gols no México mas Brasil cai ainda na primeira fase

1974 - Brasil consegue ficar na frente da Bolívia nas eliminatórias mas não se classifica para a Copa. Enquanto isso Emerson Fittipaldi conquista tri campeonato na F1.

1978 - João do Pulo bate recorde mundial do salto triplo. Carlos Pace é campeão de F1 e Copersucar consegue 3 vitórias com Fittipaldi. Enquanto isso Brasil perde 3 jogos na vizinha Argentina.

1982 - Brasil é campeão de tudo no volei em um espaço de 25 anos consagrando a geração de platina. Enquanto isso Paolo Rossi marca 3 gols na maior derrota já registrada do futebol brasileiro.

1986 - Ricardo Prado conquista 4 ouros e 4 recordes mundiais em 2 olimpíadas. Aurelio Miguel é campeao olimpico e mundial. Piquet é penta campeão na F1 em 5 equipes diferentes. Enquanto isso Brasil não se classifica novamente.

1990 - Robson Caetano quebra recorde mundial dos 100m rasos. Hortência marca 100 pontos em um único jogo nas olímpiadas de 92 e fatura seu primeiro ouro. Enquanto isso Brasil não se classifica novamente.

1994 - Brasil é campeão feminino e masculino no Basquete. Senna já é hexa campeão na F1. Gustavo Borges conquista 8 medalhas em uma única olímpiada. Enquanto isso Romário tenta mas Brasil não vai para a Copa novamente.

1998 - Brasil conquista 15 ouros nas Olimpíadas de Atlanta e fica entre 8 melhores países. Destaque para Volei de Praia, Tenis de Mesa, Iatismo, Atletismo e Hipismo. Senna se aposenta após décimo título na F1. Gustavo Kuerten conquista segundo titulo em Roland Garros. Enquanto isso Ronaldo se machuca às vesperas da Copa e Brasil cai perde para Japão na primeira fase.

2002 - Rubinho Barrichello é quinto brasileiro campeão da F1. Felipe Massa é o mais jovem a vencer uma corrida. Helio Castroneves consegue quarta vitória consecutiva em Indianapolis. Guga Kuerten conquista os 4 Grand Slams do ano. Baloubet de Rouet faz percurso sem ginete e impressiona o mundo. Enquanto isso Brasil se classifica na repescagem contra Trinidad & Tobago mas cai no grupo da morte e sai logo na primeira fase.

2006 - César Cielo surpreende todos e conquista 3 ouros em sua primeira olímpiada. Maurren Maggi é primeira mulher a superar marca dos 7,5m no salto em distância. Fabiana Murer supera 5,10 no salto com vara. Jadel Gregório conquista oitava medalha para o país no salto triplo. Guga Kuerten bate todos os recordes do tenis. Brasil consegue medalha em todas as categorias do iatismo. Brasil almeja top 5 nas olimpíadas de Pequim. Enquanto isso Brasil apela para jogadores amadores acima do peso e não se classifica novamente.

2010 - Nenê Hilário é MVP da NBA. Felipe Massa vence campeonato de F1 já na metade do ano. Brasil conquista 5 medalhas nas Olimpíadas de Inverno. Thomaz Bellucci derrota Nadal e conquista terceiro título em Roland Garros. Diego Hipólito é eneacampeão mundial de ginástica. César Cielo é detentor de 10 recordes mundiais. Enquanto isso Brasil desiste de participar Eliminatórias por falta de jogador de futebol.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 comentários:

  1. Interessante o contraste com o post de semana passada. Fica a pergunta, será que os brasileiros prefeririam todos esses títulos aos 5 mundiais de futebol?

    Essa é a essência da Olimpíada!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!!

    Pra falar a verdade, passei a semana esperando por essa postagem, sabia que ia aparecer coisa boa!! Não me decepcionei! =)

    A questão não é ter hegemonia, é estar no topo e saber que existem vários postulantes a esse posto... Isso é o que é bom!

    ResponderExcluir
  3. Já tinha dito semana passada que o eporte é interessante por isso. Não há hegemonia absoluta! No futebol então, mais ainda. Aliás, ao contrário de outros esportes, futebol é o esporte em que o melhor nem sempre vence. Vide as históricas zebras,algumas delas em copas do mundo.

    Gostei do post. E destaco dois acontecimentos impossíveis mesmo de acontecer: Rubinho campeão do mundo de F1 e Senna se aposentado por vontade própria. ahhhh se o SE valesse para algo...

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...